Pipoca
















































Essa é uma homenagem póstuma a Pipoca, que apesar do nome feminino
era muito macho. O nome foi dado pela dona, a "Pequeníssima Inês", simplesmente 
por ele ser marrom e branco (ver figura acima)  desprezando completamente o sexo dele.
Mas não foi maldade, considerando que na época ela tinha 4 anos, acho que não tinha
mesmo capacidade de avaliar o estrago psicológico que o nome podia causar no bichinho... 
Pipoca foi o bicho de estimação que mais durou lá em casa, cerca de 14 anos,
foi tbm o mais fedorento, o mais teimoso e o mais corajoso, quer dizer... até hoje
não se sabe se ele era corajoso mesmo ou se era burro demais para
perceber o perigo das coisas. Há quem diga que era simplesmente auto-afirmação,
complexo por causa do nome...

Nenhum comentário:

Postar um comentário